Publicado em Eu li...

Agatha Christie e os melhores mistérios

untitledÉ muito bom ler um livro de uma autora que você respeita e admira faz tempo, faz você relembrar o porque. Hoje acabei de ler o livro A extravagância do morto da Agatha Christie, o livro traz o melhor dos detetives dela, Hercule Poirot, desvendando um bom mistério, como sempre são os presentes nos livros dela. Esqueça essa ideia de ler e ir desvendando e já saber ou desconfiar quem é o assassino, nesses livros o culpado é sempre que você menos espera, e mesmo quando você fica esperando que seja aquele que você menos espera, você erraaaaaaa! Só o detetive gênio que descobre e deixa todos com cara de bobo! Pelo menos foi assim na maioria dos que li, pistas falsas, quebra-cabeça complicado e uma mente brilhante. Poirot apareceu em 40 de seus livros, o primeiro O misterioso caso de Styles, de 1921, e o último o livro Cai o pano (para evitar que continuassem a explorar seu personagem depois de sua morte, Agatha Christie decidiu matar Poirot em um romance escrito na década de 1940, mas que, segundo ordens expressas suas, só deveria ser publicado após sua morte. Por essa razão, Cai o pano somente foi lançado em 1975).

Fora isso os livros são muito bem escritos, são curtos e rápidos de ler (bom para quando você quer uma diversão mais rápida), a narrativa é muito ágil e você devora rapidinho já querendo saber de outro dela.

Vamos de sinopse porque nesse tipo de livro não da para adiantar muita coisa e estragar o final.

A extravagância do morto marca o inusitado encontro de dois detetives criados por Agatha Christie: Hercule Poirot, o infalível investigador belga, e Ariadne Oliver, a escritora de livros de mistério. Juntos, eles se deparam com um curioso caso: uma festa no campo, na qual se jogará a “caça ao assassino”, com direito a vítima, pistas falsas, suspeitos, arma do crime. Mas Ariadne Oliver sente que há algo incômodo no ar, que as pessoas estão agindo de maneira estranha e que algo sinistro está para acontecer…

Muito muito intrigante! Como podem ver Poirot não está só nesse livro, Ariadne o ajuda e atrapalha ao mesmo tempo. Uma caça ao assassino que claramente dá errado. Não dá pra não ficar curioso com esse livro, todos parecem ser suspeitos. “Recebido pela crítica do Times como um “clássico, o melhor de Agatha Christie”, A extravagância do morto é
considerado exemplar na literatura policial” (skoob).

Aqui vai a lista dos que já li dela e garanto que são bons!

Fica aqui um agradecimento ao meu padrasto que foi quem me emprestou todos esses livros! 😀

Muito bom o gif que a LP&M fez da autora, olha só.

NOVIDADE:

1385864_602853769761390_137426238_n

Os anos 40 e seus mistérios

Os anos 40 foram férteis para a Rainha do Crime. Entre 1940 e 1949, Agatha Christie lançou 15 livros. Quatro deles estão agora reunidos em um único volume chamado Agatha Christie – Mistérios dos Anos 40 que acaba de ser lançado pela L&PM Editores. M ou N?, Hora Zero, Um brinde de cianureto e A casa torta são as histórias que, juntas, formam esse belo volume. Leia +

Obs: Esses livro também são vendidos separadamente.

TV

Existe uma série de TV em que o personagem principal é Hercule Poirot, Agatha Christie’s Poirot (1989), vou assistir e digo o que achei depois.

http://www.youtube.com/watch?v=yf4TglFJp64

Quer ganhar mais comentários e mais visitas em seu blog? Então leia esse post no Nós na Gravata!”

Anúncios

Autor:

Estudante de Jornalismo na UFF, leitora voraz, que gosta muito de dividir com os amigos o que lê, o que gosta de ler e o que amou ler.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s