Publicado em Notícias

{news} Eu li notícias literárias da semana

Veja a lista de autores confirmados para a Flip 2016
Nobel de Literatura de 2015, Svetlana Aleksiévitch é uma das principais convidadas. Fonte: O Globo. Continue lendo

Biógrafo de Harper Lee encontra artigo da escritora sobre crime de ‘A Sangue Frio’
Assassinato de família foi transformado no livro de Truman Capote. Fonte: O Globo. Continue lendo

Macunaíma completa 90 anos com mostra em São Paulo
Personagem de Mário de Andrade ganha exposição na casa do autor. Fonte: Estadão. Continue lendo

Chernobyl, 30 anos de dor e desespero registrados em livro
Svetlana Aleksiévitch, Nobel de Literatura de 2015, escreve obra polifônica sobre a catástrofe atômica. Fonte: Estadão. Continue lendo

Mulher pinta a primeira página de Harry Potter na parede de casa
A escritoraMeredith McCardle é tão fã dos livros de J. K. Rowling que decidiu dedicar uma parede inteira de sua casa a Harry Potter. Nela, McCardle pintou toda a primeira página de Harry Potter e a Pedra Filosofal, imitando o estilo da fonte usada no livro. Em seu tweet, ela explica em poucas palavras: decidiu fazer a homenagem por ser “uma grande nerd”. Em sua bio, também diz que “Harry Potter é uma religião”. Fonte: Revista Galileu. Veja

Literatura cubana e seus renomados escritores
Muitas pessoas associam Cuba apenas ao seu líder político mais conhecido, Fidel Castro. O país é sempre lembrado pelo seu isolamento e por sua realidade política, uma nação que sofreu por anos o embargo econômico liderado pelos Estado Unidos. Algumas chegam a lembrar de Cuba como o local que, por décadas, apesar das dificuldades na economia, destacou-se em várias Olimpíadas, ou seja, como uma potência esportiva. O que talvez muita gente não saiba é que o país nos deu muito escritores importantes que, com certeza, fizeram e fazem parte de nossas vidas literárias. Fonte: Blog Estante Virtual. Confira

Autores internacionais na Bienal do Livro de SP
A Bienal Internacional do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), chega à sua 24ª edição, com atrações multiculturais voltadas para celebrar a leitura. O evento que ocorre entre 26 de agosto e 4 de setembro de 2016, no Anhembi, reunirá as principais editoras, livrarias e distribuidoras, e trará ao público atrações exclusivas, com presença de autores nacionais e internacionais, lançamentos de livros, tardes de autógrafos, oficinas, brincadeiras e debates. E hoje confirmaram a presença dos primeiros autores internacionais. Fonte: Livros em série. Continue lendo

E saiu mais um trailer de Como eu era antes de você! Lindo!
Gente eu acho que vou parar de assistir os trailers porque eles mostram tanta coisa e gostaria de ver umas cenas só no cinema rs

 

Anúncios
Publicado em Eu li

{euLi} O Oceano no Fim do Caminho – Neil Gaiman

oceanoSinopse: Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

Vídeo no final da página ou você pode ir direto para o canal clicando aqui.

Esse livro é muito fofo, uma mistura de fantasia com reflexões sobre crescer e ter responsabilidades. É muito fácil gostar do personagem principal, porque ele é um menino que adora ler e o bolo de aniversário dele era no tema livros. Já adorei ele. Pra completar não tem muitos amigos e ninguém foi no aniversário de sete anos dele. Já quis adotar nesse momento. Brincadeira a parte, no começo do livro esse menino é um homem, que depois de passar por uma situação difícil (perda de alguém da família) volta ao lugar em que ele viveu  e a casa de uma amiga da infância. Ele já não lembrava muito bem da história que viveu com essa menina a Lettie, mas conforme chega na casa e encontra uma mulher da família dela ele vai se lembrando. E aí que entra toda a fantasia da história, quando ele era menino várias coisas que ele achava que só aconteciam nos livros começam a acontecer com ele.

Ele tinha uma imaginação bem fértil, então no começo achei que era só viagem dele, mas depois fui ficando na dúvida e epa! Tem mais na história do que parece, acho que isso está mesmo acontecendo com ele. Depois que o minerador de opala morre no carro do seu pai, tudo na vida dele começa a mudar, porque ele conhece a Lettie Hempstcok. A menina de 11 anos, aparentemente, vai levar ele para casa (a fazenda que mora) enquanto a polícia e o pai cuidam do assunto e mostrar pra ele um mundo novo, uma nova forma de olhar as coisas. Ela vai dizer que tudo o que estão acontecendo é culpa de um ser maligno que resolveu interferir. E quando Lettie o leva com ela para cuidar desse assunto, as coisas não dão muito certo e a família do pequeno é colocada em risco. Não posso contar mais coisas porque seriam spoilers.

A família da Lettie é bem diferente, três mulheres que moram sozinhas e que aparentam ser vó, mãe e filha. Mas ao logo do livro você vai percebendo que a relação não é simples assim e que elas são uma espécie de guardiãs que vem de outro “mundo”, embora não fique muito explicado. Mas são 3 mulheres poderosas que tentam deixar os seres nos seus devidos lugares.

Pessoas diferentes se lembram de coisas de jeitos diferentes, e você nunca vai ver duas pessoas se lembrado de uma coisa da mesma forma, estivessem elas juntas ou não. Se elas estiverem uma ao lado da outra ou do outro lado do mundo, isso não faz a menor diferença.

A narrativa é bem fluída, e as situações vão te deixando nervosa, até um certo conforto no final. O livro fala da busca por aquele lugar que te deixa confortável em momentos difíceis e também sobre mistérios. Não é um livro, acho que é característica do autor, em que tudo está explicadinho, você pode interpretar as situações de mais de uma maneira. E isso também vale para as criaturas que vão aparecendo e a existência das 3 mulheres Hempstock. Tem um final lindo e tristinho, mas com uma pontadinha de esperança.

Uma história só é relevante, suponho, na medida em que as pessoas na história mudam. Mas eu tinha sete anos quando todas essas coisas aconteceram, e no fim de tudo era a mesma pessoa que era no início, não era? Todos os outros também. Deviam ser. As pessoas não mudam.

Publicado em Eu li, Outros

{euLi} Ciranda de Pedra – Lygia Fagundes Telles

CIRANDA_DE_PEDRA_1387677177BSinopse: Quando um casal de classe média se separa, a caçula, Virgínia, é a única das três filhas que vai morar com a mãe. É do ponto de vista dessa menina deslocada e solitária que se narram os dramas ocultos sob a superfície polida da família. Loucura, traição e morte são as forças perversas que animam esse singular romance de formação, que já na época de seu lançamento, em 1954, chamou a atenção para o talento e a originalidade da literatura de Lygia Fagundes Telles. Saudado com entusiasmo por intelectuais como Antonio Candido, Paulo Rónai, Otto Maria Car-peaux e Carlos Drummond de Andrade, “Ciranda de Pedra” mantém-se há meio século como um dos livros mais amados da autora.

Gente esse livro é sensacional, a maneira como os personagens são construídos é desconcertante. E cheguei o final e li a carta do Drummond para a Lygia (eu amo Drummond), ele amou, acho que se eu não tivesse gostado teria ficado envergonhada por conta da carta. hhahaha E para completar esse foi o primeiro romance da autora e ela bem modesta considera tudo o que escreveu antes meras “juvenialidades”.

Vídeo o final da página 🙂

Esse livro mostra o crescimento da personagem Virgínia, é um livro que acompanha-a em várias idades, cercada de meias verdades.  No começo ela é uma menina que mora com a mãe e o padrasto, sem luxo e dinheiro, enquanto suas irmãs moram com o pai que é rico. A  história da separação dos pais no começo é meio nebulosa, mas Virgínia acredita que a mãe estaria melhor com o pai e inveja a boa vida das irmãs. A mãe, Laura, tem problemas mentais, que no começo fiquei a dúvida se eram sérios ou forçados por remédios (acho que fiquei com isso por causa da versão da novela), mas se revela bem grave. E ela não consegue conversar muito com a mãe e ainda é muito pequena para entender.

Havia na festa tanta gente, tato espelho, tanto lustre! Mas só nós dois vivos tudo o mais era falso, tão vazio e sem sentido como papelão pintado..Só nós dois vivendo.

As circunstâncias em que Laura e Natércio se separam vão sendo esclarecidas ao longo do livro. Mas fica claro que ela não era feliz. E que por ter se separado para ficar com outra pessoa, Dr. Daniel, para a época em que o livro se passa, década de 50, foi um verdadeiro escândalo. E ela é julgada pelas filhas e pelo ex-marido.

Abandonou o marido, as filhas, abandoou tudo e foi viver com outro homem. Esqueceu-se dos seus deveres, enxovalhou a família, caiu em pecado mortal!

O fato de conviver pouco com as irmãs, Bruna e Otávia, é agravado por elas tratarem Virgínia de forma meio esnobe, assim como os amigos das duas, menos Conrado que ela fica apaixonada embora ele só ligue mesmo para Otávia. Esse círculo de jovens composto pelas irmãs, o encantador Conrado e sua irmã Letícia e Afonso, formam uma “ciranda” em que Virgínia quer se encaixar ao mesmo tempo que repudia ao logo da trama. O “pai” também é com ela um homem distante e frio e suas visitas são vazias de sentimento. Mas será que ela sabe toda a verdade? Uma hora Daniel decide que é melhor por condições financeiras  que ela more com Natércio e a princípio ela vai feliz, mas logo vê que é difícil se encaixar.

Uma das melhores partes do livro é quando ela descobre mais sobre o seu papel na relação dos pais e acaba tomando a decisão de estudar no internato em tempo integral. Isso a afasta para depois voltar e ter de confrontar as irmãs e os amigos, que mudaram em alguns aspectos e ela tem que refazer a imagem que ela tem deles o tempo todo. Ela vai se enganar bastante, julgar o que não sabe, tentar passar por cima da inveja que sentia e até tentar se vingar um pouco. Vai precisar se perder antes de encontrar um rumo. O livro é basicamente sobre o crescimento dela e lições que são dadas pela vida.

A dança era antiga e exaustiva justamente porque ficara de fora, desejando participar e sedo rejeitada. E rejeitando-a para logo em seguida esforçar-se para entrar.

Também há no livro uma série de amores desencontrados, como o da empregada de Daniel Luciana que vivia para ele enquanto ele só olhava para Laura. E me lembra justamente um poema de Drummond nesse aspecto.

Quadrilha

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.

Há uma grande lição na história sobre não julgar os atos alheios, porque você nunca sabe todos os lados e versões. E claro que acho exagerada essa fala, abaixo, da Otávia, mas ajuda a situar a Virginia a questão dos julgamentos.

Não fique assim com essa cara de donzela folhetinesca, não separe com tanta precisão os heróis dos vilões , cada qual de um lado tudo muito bonitinho como as experiências de química. Não há gente completamente boa nem gente completamente má, está tudo misturado e a separação é impossível. O mal está no próprio gênero humano, ninguém presta. às vezes a gente melhora, mas passa.

Além dessa trama rica em personagens bem elaborados, profundos e peculiares, o livro faz um retrato da época. Fala do lugar da mulher na sociedade, da busca por maior liberdade sexual e da homossexualidade vista com muito preconceito. E isso mostra como a autora estava ciente do que acontecia a sua volta, o livro foi publicado em 1954.

Novelas

A Rede Globo fez duas adaptações do livro para a novela, eu assisti a segunda mas foi em 2008! Mesmo lembrando pouco acho que as modificações foram grandes. De cara o papel de Laura (Ana Paula Arósio na segunda versão e Lucélia Santos na primeira) acho que foi esticado porque no livro ela só convive com Virgínia na infância, e na trama as filhas já estão mais velhas e ela presente. As outras coisas que lembro também me parecem destoar bem do livro.

lygiaA autora:

Nasceu e vive em São Paulo. Considerada pela crítica uma das mais importantes escritoras brasileiras, publicou ainda na adolescência o seu primeiro livro de contos, Porão e sobrado (1938). Estudou direito e educação física antes de se dedicar exclusivamente à literatura. Foi eleita para a Academia Brasileira de Letras em 1985 e em 2005 recebeu o Prêmio Camões, o mais importante da literatura de língua portuguesa. E concorre esse ano ao obel de Literatura. Em meio a outros livros bem sucedidos, publicou, em 1973, “As Meninas”, romance psicológico que conta a história de três jovens, de origens, personalidades e trajetórias diferentes, sendo uma delas envolvida com a luta armada. Com uma narrativa surpreendente, o romance retrata os sonhos e conflitos da geração jovem que vivia no auge da ditadura militar. Fonte: Companhia das Letras e Memórias da Ditadura.

E está concorrendo ao Nobel de Literatura esse ano!

Recomendo a leitura de As meninas.

Gostou? Comente!

Publicado em Tags

{tag}LivrosXSeriadosXFilmes

aswe

Oi pessoal, fui marcada na tag Livros X Seriados X Filmes criada pelo blog Encontro com livros. É uma tag que relaciona livros e adaptações com algumas perguntas. Também tem perguntas sobre hábitos de leitura.

Também respondi em vídeo veja no final do post.

1- Uma Saga/Trilogia que deveria se tornar um seriado.

simbolo-perdido-anjos-e-demonios-e-codigo-da-vinciMedo. Porque as adaptações de seriados andam fazendo o que querem, mas… ão é exatamente uma saga, mas os livros do Dan Brown com o personagem Robert Langdom podia ter série já que os filmes não foram grade coisa. E o Robert pra mim de Tom Hanks é o fim rs

2- Um seriado que você assistiu sem parar?
O último que vi um atrás do outro e que já tinha todos os episódios foi How I Meet You Mother.

maxresdefault3- Um livro que te deu vontade de assistir o seriado?
Ando assistindo poucos seriados, mas comecei a assistir Novembro de 63 porque amo o livro do Stephen King. (Resenha do livro). A série tem o nome do livro em inglês 11.22.63.

4- Um seriado que te deu vontade de ler o livro?
Eu gosto muito da série Bones e já li que lembra muito os livros da série Scarpetta da autora Patrícia Cornwell. Ainda não li mas tenho vontade.

5- Livro com a capa original ou a do filme?
Original! Fico muito triste quando param de vender o com a capa original e você só acha com a do filme.

6- Um filme que você gostaria que tivesse o livro.
A maioria dos filmes que vejo e amo são adaptações de algum livro rsrs Então não consegui lembrar de nenhum!

SANGUE_NO_OLHO7- Um livro que deveria se tornar um filme?
Sangue no olho da Lina Meruane (resenha).

8- Ler antes de assistir ou assistir antes de ler?
Geralmente prefiro ler  antes, mas as vezes vejo primeiro quando não estou tão interessada em ler o livro agora.

9- Ler uma saga de uma só vez ou ler aos poucos, alternando com outros livros?
Depende do momento, eu lia de uma vez, mas hoje estou alternando mais e lendo poucas sagas para falar a verdade. Tô lendo o segundo da Cassandra Clare da saga Os instrumentos mortais, li assim que acabei o primeiro, mas já devo intercalar com algo.

10- Um livro por vez ou um, dois três ao mesmo tempo?
Tenho lido dois de vez em quando, mas se um é muito bom chega um momento que acabo agarrado até terminar.

11- Na hora da leitura, silêncio total?
Nunca consigo silêncio total, nem em casa!

12- Filme/ Assistir / Ler: Dublado ou legendado?
Leio em português e só vejo legendado!

Blogs marcados:

Gaveta Alternativa
Thoughts and Adventures
Livros e Pergaminhos
Sobre vícios
Plataforma 9 3/4

Publicado em Notícias

{news} Eu li notícias literárias da semana

Brasil lembra os 400 anos das mortes de William Shakespeare e Miguel de Cervantes
O legado dos autores, espalhado até hoje pela cultura popular, será celebrado em diversos países. O British Council, por exemplo, preparou uma série de atividades em cidades como São Paulo e Rio, em homenagem ao dramaturgo inglês. Fonte: CBN. Escute

José Eduardo Agualusa é um dos finalistas do Man Booker International
Elena Ferrante, Robert Seethaler, Yan Lianke, Han Kang e Orhan Pamuk são os outros finalistas. Fonte: O Globo. Continue lendo

‘Mr. Jabot’, considerada a primeira HQ do mundo, vai ganhar edição no Brasil
Editor André Caramuru Aubert procura parceiro para lançar obra publicada por Rodolphe Töpffer, na Suíça, em 1833. Fonte: Estadão. Continue lendo

Marvel revela seu incrível universo místico no primeiro trailer de Doutor Estranho
Uma nova fase se aproxima do Universo Cinematográfico Marvel. Capitão América: Guerra Civil inicia a Fase 3 da superfranquia, é verdade, mas não me refiro a este filme. Falo de Doutor Estranho, cuja perspectiva de apresentar algo completamente novo se concretiza em seu bom primeiro trailer.Fonte: Adoro Cinema  Confira

O Iluminado, de Kubrick, vai ganhar continuação nos cinemas
Novo longa também será baseado em obra de Stephen King e não tem previsão de estreia
Fonte: Diário de Pernambuco. Continue lendo

Divulgada capa do novo romance policial com Poirot
A Harper Collins divulgou a capa do novo romance policial de Sophie Hannah com o detetive Hercule Poirot. O livro tem previsão de lançamento para 6 de setembro deste ano, com o título de “Closed Casket” (Caixão Fechado, tradução livre). Fonte: literaturapolicial.com. Continue lendo

Rogue One ganhou seu primeiro trailer e o machismo já começou
Quinta-feira, dia 07/04, foi lançado o trailer do novo filme Star Wars: Rogue One. A história vai se passar em algum momento entre o episódio III e IV: depois da fundação do Império, um grupo rebelde terá como missão roubar os planos de construção da Estrela da Morte. O filme será lançado em dezembro de 2016. Fonte: Minas Nerds. Continue lendo

Saiba mais sobre os livros da Série Vaga-lume relançados pela Ática. Fonte: O Globo. Continue lendo