Publicado em Eu li, Outros

{euLi} Os últimos casos de Sherlock Holmes – Arthur Conan Doyle #Sherlock8

SHERLOCK_HOLMES_1440119375520968SK1440119375BOi pessoal! Nesse post vou falar sobre o penúltimo livro publicado pelo Arhur Conan Doyle. Pelo que percebi ao longo da leitura, terminar a saga de Sherlock e Watson foi pensada mais de uma vez pelo autor. Primeiro temos a morte muito prematura (que gerou o pedido de retorno por parte dos fãs), depois ficamos sabendo em A volta de Sherlock Holmes que ele já está aposentado e que não quer mais as histórias sejam publicadas porque quer sossego. E também temos “Os últimos casos de Sherlock Holmes”, que pelo nome poderiam ter encerrado tudo, mas o livro acabou sendo o penúltimo. E o nome fica valendo por trazer uma história que se passa muitos anos depois e foi de fato “Seu último caso”.

*Você também pode ver esses comentários no vídeo lá no canal, clicando aqui ou no final da página.

“Os últimos casos de Sherlock Holmes” começa com um prefácio do Watson contando que Sherlock vive bem mas que sofre com reumatismo, e que continua dedicado a apicultura. E que ele só deixou a aposentadoria por esse último caso. E que ele acrescentou outras histórias anteriores também. Nessas histórias anteriores temos algumas que para Sherlock pareciam bobagem no começo, em “O círculo vermelho”, por exemplo, ele nem queria aceitar o caso de uma senhora com um inquilino com comportamento suspeito.

Depois em “O caso dos Planos de Bruce-Partington” temos de volta a presença de Mycroft, outro personagem que poderia aparecer mais, o irmão de Sherlock. Engraçado nesse, que no começo Sherlock está aborrecido com a falta de criatividade do criminoso de Londres porque num dia de muita névoa como o que fazia ninguém aproveitava. E comenta também da sorte da comunidade que ele não seja um criminoso. A conversa é interrompida por um telegrama de Mycroft que gera grande surpresa. Holmes compara o irmão aparecer com um planeta sair de órbita e explica que algo muito sério deve ter acontecido. E esclarece as funções do “pesado e maciço” irmão para Watson. E temos mais um conto em que Holmes salva o governo de problemas bélicos sérios.

14138303_1160940533979932_1122707822_n

“O caso do detetive agonizante” é bem divertido e vemos até onde Sherlock é capaz de ir para por alguém atrás das grades. No começo Watson é chamado as pressas pela Senhora Hudson porque Sherlock estaria muio doente,  realmente ele fica desesperado ao ver o amigo mais esse não deixa que ele nem se aproxime muito e toma atitudes muito estranhas exigindo um médico específico. A trama é muito boa e surpreende. E é ais uma que ostra a grande amizade entre os parceiros. Mesmo enquanto esteve casado, Watson sempre atendeu Holmes sempre que ele precisou. Em alguns momentos Mary não se importa, ou está viajando, ou eles já estão morando juntos novamente porque ela faleceu. Se tenho uma crítica ao Sherlock é a desconfiança que ele tinha sobre as mulheres e um certo desprezo, e o autor retrata muito pouco as personagens femininas como Mary e a senhora Hudson. Embora o gênero feminino apareça nos casos com personalidades variadas.

O “caso do pé do diabo” também é bem interessante e de novo o autor brinca com o espiritual e traz uma explicação lógica. E temos novamente uma menção a falta de saúde de Sherlock  e que isso pode significar aposentadoria, mas apesar de estar no campo descansando um caso bate a sua porta. E por último temos o “Seu último caso” que começa diferente, já com a história “rolando” com outros personagens, alemães numa missão para descobrir segredos dos ingleses para a guerra. A aparição de Sherlock é uma surpresa que não posso revelar. No geral é um conto bem diferente e que mostra o encontro de Sherlock e Watson depois de muito tempo. “_Sinto-me vinte anos mais moço, Holmes. Poucas vezes me senti tão feliz como quando recebi seu telegrama pedindo-me para encontrá-lo em Harwich com o carro”.

Não poderia deixar de comentar algo bem estranho, quando comecei a ler o terceiro conto “A caixa de papelão” logo percebi que o conto tem partes idênticas no começo ao “O paciente interno”. Os pensamentos de Watson sobre o calor e a falta do que fazer são os mesmos e nos dois contos há a mesma menção há Assassinatos na Rua Morgue de Edgar Allan Poe na mesma conversa inicial entre Sherlock e Watson em que Holmes adivinha os pensamentos do doutor.  A tradutora habilmente variou algumas palavras para não ficar totalmente idêntico, mas mesmo assim é mais do que uma semelhança. Procurei o conto em inglês e lá estão os começos muito parecidos. Não sei o motivo disso, se foi só uma distração do autor ou preguiça. (Que nunca? rs) Nesse livro também estão os contos “O caso da Vila Glicínea” e “O caso do desaparecimento de lady Frances Carfax” (mais um que “sobra” pro Watson”). São oito no total.

É isso então pessoal! Quarta falaremos sobre o último livro!

E dia primeiro está chegando com o #setembropolicial !

Vai ter sorteio!

beijos

Anúncios

Autor:

Estudante de Jornalismo na UFF, leitora voraz, que gosta muito de dividir com os amigos o que lê, o que gosta de ler e o que amou ler.

8 comentários em “{euLi} Os últimos casos de Sherlock Holmes – Arthur Conan Doyle #Sherlock8

  1. Oi, Thami, tudo bem contigo?
    Eu já tentei ler um dos clássicos Sherlocks Holmes, no entanto, na época, eu os achei muito chatos. Acho que não tinha maturidade o suficiente para a leitura, e outra, eu estava começando a entrar no mundo dos livros, e acho que começar por eles não foi uma boa ideia.
    Com essa sua série de resenhas sobre esses livros de capas maravilhosas, fiquei com vontade de tentar lê-los. Onde você comprou o box? Foi muito caro? Aguardo a resposta.
    Parabéns pela resenha, ela ficou incrível.

    Beijinhos da Mady.

    1. É pode ser que agora você goste, comprei pela amazon e ele toda hr fica em promo por lá, na casa dos 60. Como são vários livros acho que compensa. bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s