Publicado em Projetos de Leitura

{Conhecendo Cervantes} O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha – 2

bedaOi pessoal! Conforme o cronograma hoje falaremos sobre a terceira parte do primeiro livro de Dom Quixote de Miguel de Cervantes no projeto Conhecendo Cervantes.

Essa parte mostrou diversas aventuras e na maioria delas Dom Quixote termina esfolado, e sempre justificando isso ao ofício de cavaleiro andante. Mas segundo ele a sorte pode mudar a qualquer momento porque por seus serviços e encantos pode receber o grade prêmio e ser promovido a imperador. E para isso precisa primeiro fazer fama e provar seu valor, antes de procurar algum reino para oferecer seus serviços. Assim, ele fica o tempo todo prometendo ao Sancho que essa vida lhe dará também riquezas e em alguns momentos é isso que mantém o ajudante.

17741036_1447628135311169_1558257869_n
Ilustrações de Gustave Doré

Sancho se impõe em vários momentos dando sinais de cansaço das loucuras do mestre e quase o abandona vendo que um dia eles vão acabar morrendo. Mas Quixote sempre o convence de alguma forma.

 

Algumas das aventuras são rápidas, mas a última traz um mistério interessante de porque um homem largaria tudo e se embrenharia na mata. O que ele estaria pagando com tal penitência, ainda mais um homem culto e com alma de poeta. É isso que os dois tentam descobrir para ajudar na última aventura.

17792391_1447628031977846_1448719412_nNessa parte que Sancho o nomeia Cavaleiro de Triste Figura por ele ter uma aparência triste e acabada, ela traz o mesmo tempo uma graça e melancolia.  O engraçado é que Dom Quixote não acha ruim e adota a alcunha mesmo, dizendo que os escritores ao falar dele podem usar o nome, título que aparece várias vezes no texto também já com ele assinando dessa forma.

Quixote é um personagem bem ambíguo para mim, age realmente como louco mas em alguns momentos dá a entender que tudo aquilo pode ser um engano. Ele diz que foi escolhido pelos céus para trazer a cavalaria de volta, então reconhece que eles não existem mais? E no caso de sua amada Dulcinéa também, ele chega a dar o nome “real” da moça a Sancho, que se espante por ela ser rude e não ter nada de princesa. E nesse momento Dom Quixote confessa que a imagina como quer e que a realidade não importa, e nem que eles não tenham um relacionamento de fato, o que vale é ele ter a quem jurar amor e servidão a distância. Isso mostra que ele tem consciência de que está imaginando coisas e que abraça isso sem se importar.

Continue acompanhando a leitura de Dom Quixote! E leia conosco!
Já leu esse clássico? Não deixe de comentar o que achou 😉

Comprando os livros nos links você ajuda a manter o blog, obrigada:
Dom Quixote: http://amzn.to/2n7kkkg ou http://amzn.to/2mPKJS0
Novelas Exemplares: http://amzn.to/2n7qfFR

Anúncios

Autor:

Estudante de Jornalismo na UFF, leitora voraz, que gosta muito de dividir com os amigos o que lê, o que gosta de ler e o que amou ler.

3 comentários em “{Conhecendo Cervantes} O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha – 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s