[BEDA] Quotes – O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha – 1

O_ENGENHOSO_FIDALGO_DOM_QUIXOT_14810785041634SK1481078504BQuarta retomaremos o projeto Conhecendo Cervantes, eu terminei de ler o primeiro volume de O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote. Então resolvi reunir aqui alguns trechos que merecem ser destacados.

Pág. 59

Em suma, tanto naquelas leituras se enfrascou que passava as noites de claro em claro e os dias de escuro em escuro, e assim, do pouco dormir e do muito ler, se lhe secou o cérebro, de maneira que chegou a perder o juízo. Encheu-se-lhe a fantasia de tudo que achava nos livros, tanto de encantamentos como pendências, batalhas, desafios, feridas, requebros, amores, tormentas e disparates impossíveis; e assentou-se-lhe de tal modo na imaginação ser verdade toda aquela máquina de sonhos e invenções que lia que para ele não havia história mais certa no mundo.

Pág. 127

_Adverti, Sancho amigo_respondeu Dom Quixote_, que esta aventura e outras semelhantes a esta, não são aventuras de ilhas, senão só encruzilhadas, em que não se ganha outra coisa senão cabeça quebrada e orelha a menos.

Pág. 131

Faço-te saber, Sancho, que é timbre dos cavalheiros andantes não comerem um mês a fio, ou comerem só do que se acha mais à mão; o que tu saberias, se tiveras lido tantas histórias como eu, li muitíssimas, e em nenhuma achei terem cavalheiros andantes comido nem migalha, salvo por casualidade, ou em alguns suntuosos banquetes que lhe davam; e o mais dias os passavam com  cheiro das flores.

Pág. 203

_ Sabe Sancho, que só quem faz mais que outrem é que é mais que outrem. Todas essas inclemências que nos acontecem sinais são de que breve se nos há de o tempo abonançar; e as coisas correr-nos melhor, porque não é possível que nem o mal nem o bem sejam perduráveis, por isso tendo o mal aturado já tanto, já o bem nos deve estar chegando; pelo tanto , não tens por que te anojar pelas desgraças que a mim me sucedem, porque não tens nelas quinhão.

Pág. 287

Olha que nem todos os poetas que louvam damas debaixo de um nome que eles arbitrariamente lhes põem as têm na realidade.

Publicado em Eu li, Projetos de Leitura

{ConhecendoCervantes} Novelas Exemplares: Novela do Licenciado Vidraça e Novela da Força de Sangue

NOVELAS_EXEMPLARES_144936356132519SK1449363561BOi pessoal! Como explico no vídeo precisei fazer essa mudança no cronograma, hoje falaremos sobre mais duas novelas de Cervantes. Cheguei a “metade” de Novelas Exemplares com a quinta e sexta novela: Novela do Licenciado Vidraça e Novela da Força de Sangue, de uma eu gostei muito e da outra nem tanto pelo desfecho.

68172dff-758f-47d4-b809-c7ee0decd8a0
Continuo apaixonada pelas ilustrações, principalmente de mulheres.

A primeira achei muito criativa a forma que Cervantes traz a loucura na novela, temos um personagem que enlouquece e passa a acreditar que é de vidro e que ninguém pode encostar nele. Ao mesmo tempo ele fica muito sábio e várias pessoas passam a segui-lo pedindo conselhos ou que ele fale algo inteligente.

A segunda novela já foi difícil para mim, nela acontece um estupro e a personagem fica arrasada e se sente desonrada. Sua família a consola e esconde de todos o filho fruto dessa relação forçada. Ela nem sabe quem a violentou por ter ficado desacordada e depois vendada, até o clímax da história em que tudo é revelado e um laço de família reparado. Eu não gostei do final porque apesar de ser uma solução de acordo com a época foi difícil d engolir.

Saiba mais sobre o projeto Conhecendo Cervantes.

Publicado em Eu li, Projetos de Leitura

{Conhecendo Cervantes} Novelas Exemplares: Novela de Rinconete e Cortadillo e Novela da Espanhola Inglesa

No post de hoje continuamos com o Conhecendo Cervantes, falando de Novelas exemplares, com as novelas: Novela de Rinconete e Cortadillo e Novela da Espanhola Inglesa. Se você não conferiu o post sobre as duas primeiras clique aqui.

received_1449766031764046

Essas duas novelas são bem diferentes uma da outra, Rinconette e Cortadillo são dois jovens chamados Rincon e Cortado que se conhecem e se reconhecem como iguais. Dois meninos que fugiram d suas famílias e que acabaram aprendendo a se virar com roubos e golpes. Quando chegam a Sevilha descobrem que lá o crime é organizado e entram para uma organização toda estruturada. Os casos desse grupo e os costumes, além da honra entre ladrões ficamos conhecendo na novela. Fiquei esperando alguma grande aventura dos dois, mas ela termina prometendo isso somente.

17813873_1449766008430715_1171459915_n

Já a Novela da Espanhola Inglesa conta a história de uma menina espanhola bélissima que é tirada dos pais quando criança por um nobre inglês e criada por ele como filha. Ela cresce e desperta o amor do filho do casal, mas para ficarem juntos o que parecia muito fácil escondia uma série de barreiras, a trama é cheia de reviravoltas cerventinas. Ficamos torcendo pelo casal durante a leitura.

 Comprando os livros nos links você ajuda a manter o blog, obrigada:
Dom Quixote: http://amzn.to/2n7kkkg ou http://amzn.to/2mPKJS0
Novelas Exemplares: http://amzn.to/2n7qfFR

Publicado em Projetos de Leitura

{Conhecendo Cervantes} O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha – 2

bedaOi pessoal! Conforme o cronograma hoje falaremos sobre a terceira parte do primeiro livro de Dom Quixote de Miguel de Cervantes no projeto Conhecendo Cervantes.

Essa parte mostrou diversas aventuras e na maioria delas Dom Quixote termina esfolado, e sempre justificando isso ao ofício de cavaleiro andante. Mas segundo ele a sorte pode mudar a qualquer momento porque por seus serviços e encantos pode receber o grade prêmio e ser promovido a imperador. E para isso precisa primeiro fazer fama e provar seu valor, antes de procurar algum reino para oferecer seus serviços. Assim, ele fica o tempo todo prometendo ao Sancho que essa vida lhe dará também riquezas e em alguns momentos é isso que mantém o ajudante.

17741036_1447628135311169_1558257869_n
Ilustrações de Gustave Doré

Sancho se impõe em vários momentos dando sinais de cansaço das loucuras do mestre e quase o abandona vendo que um dia eles vão acabar morrendo. Mas Quixote sempre o convence de alguma forma.

 

Algumas das aventuras são rápidas, mas a última traz um mistério interessante de porque um homem largaria tudo e se embrenharia na mata. O que ele estaria pagando com tal penitência, ainda mais um homem culto e com alma de poeta. É isso que os dois tentam descobrir para ajudar na última aventura.

17792391_1447628031977846_1448719412_nNessa parte que Sancho o nomeia Cavaleiro de Triste Figura por ele ter uma aparência triste e acabada, ela traz o mesmo tempo uma graça e melancolia.  O engraçado é que Dom Quixote não acha ruim e adota a alcunha mesmo, dizendo que os escritores ao falar dele podem usar o nome, título que aparece várias vezes no texto também já com ele assinando dessa forma.

Quixote é um personagem bem ambíguo para mim, age realmente como louco mas em alguns momentos dá a entender que tudo aquilo pode ser um engano. Ele diz que foi escolhido pelos céus para trazer a cavalaria de volta, então reconhece que eles não existem mais? E no caso de sua amada Dulcinéa também, ele chega a dar o nome “real” da moça a Sancho, que se espante por ela ser rude e não ter nada de princesa. E nesse momento Dom Quixote confessa que a imagina como quer e que a realidade não importa, e nem que eles não tenham um relacionamento de fato, o que vale é ele ter a quem jurar amor e servidão a distância. Isso mostra que ele tem consciência de que está imaginando coisas e que abraça isso sem se importar.

Continue acompanhando a leitura de Dom Quixote! E leia conosco!
Já leu esse clássico? Não deixe de comentar o que achou 😉

Comprando os livros nos links você ajuda a manter o blog, obrigada:
Dom Quixote: http://amzn.to/2n7kkkg ou http://amzn.to/2mPKJS0
Novelas Exemplares: http://amzn.to/2n7qfFR

Publicado em Projetos de Leitura

{ConhecendoCervantes} Novelas Exemplares: Novela da Ciganinha e Novela do Amante Mentiroso

NOVELAS_EXEMPLARES_144936356132519SK1449363561BHoje no projeto Conhecendo Cervantes é dia de falar do livro Novelas exemplares, a cada sexta falaremos de duas e para começar temos: Novela da Ciganinha e Novela do Amante Mentiroso. O livro contém 12 novelas e foi publicado pela extinta Cosac Naif, numa edição maravilhosa, com um sumário todo ilustrado por Vânia Mignone (uma ilustração para cada novela, confira mais no vídeo).

Sinopse: Antes da publicação da segunda parte de Dom Quixote, em 1613, Cervantes lança uma outra aventura: Novelas exemplares. Como gênero literário, a novela já existia, mas, como nota o próprio Cervantes, ele é o primeiro a tentá-la na Espanha. Ele experimenta o gênero em todas as direções possíveis, com relatos bizantinos, cortesãos ou picarescos. E mais: busca estabelecer um padrão realista, fala do cotidiano das pessoas, de uma Espanha que podia ser vista da janela de casa. É interessante notar como ele, filho de uma sociedade machista, sabe das dores femininas e pinta mulheres inteligentes e espirituosas, quando outros as queriam apenas lindas e submissas. É exemplar como Cervantes, homem de temperamento satírico, conseguiu despistar a censura, deixando transparecer entre exaltações aos reis e à Igreja, seu país violento e sensual, trapaceiro e cobiçoso, em que o estupro, por exemplo, é aceito com naturalidade, e um casamento é o único sinal de respeito que se tem pelas mulheres. A edição traz aparatos críticos de estudiosos do autor, notas, poemas em sua versão original e ilustrações.

Você pode ler a resenha ou preferir assistir o vídeo clicando aqui ou no final da página.

No prólogo desse livro Cervantes se apresenta como autor de Dom Quixote e diz novamente que não queria ter que fazer um prólogo. E ali faz um marcante retrato de si mesmo e explica que chamou de exemplares suas novelas porque de todas se pode tirar um exemplo proveitoso e que são histórias para lazer e descanso da alma. Eu achei as duas primeiras divertidas, com personagens valentes e cheias de reviravoltas e conflitos.

17619324_1439970536076929_1196725785_n

A Novela da Ciganinha me lembrou em alguns momentos o livro de Victor Hugo O Corcunda de Notre Dame, por conta do preconceito com que os ciganos eram representados e a dúvida sobre a honestidade deles. Na novela de Cervantes os próprios ciganos explicam que estão ali para roubar e se dar bem, e nunca podem perder a chance. Mas ao mesmo tempo todos eles tem orgulho de morarem acampados e de sua comunidade, e na maioria do tempo tem atos honrados e bons.

Na história conhecemos uma jovem cigana que se destaca entre todas, é comum nas histórias de Cervantes a presença de uma mulher que provoca paixão instantânea em todos, chamada Preciosa. Ela foi criada por uma cigana idosa a que chama de avó, masque não fica claro o parentesco, e aprendeu a dançar e cantar de forma divina, assim sempre garantiu muito dinheiro e aos poucos fama. O mais bacana é que ela também é inteligente e dona de uma sabedoria que impressiona a todos. Todos os seus predicados vão atrair um jovem rico que prefere largar tudo para seguir com ela. Mas ela pede dois anos ao rapaz enamorado, para que ele viva com os ciganos e tenha certeza do que quer e não se arrependa. esse abandona a família e fica escondido entre eles. A trama é cheia de reviravoltas que não posso contar para não estragar, mas os personagens surpreendem.

17619264_1439970602743589_627006554_n

Essa trama já achei exagerada na quantidade de reviravoltas, e enquanto gostei muito da personagem feminina da história anterior, aqui achei que ela não teve muito destaque e ficou sendo jogada de um lado para o outro. Apesar de no final a decisão ser somente dela. Em a Novela do Amante Mentiroso, temos um triângulo amoroso entre Leonisa, Ricardo e Cornélio em que Ricardo é o que não é correspondido a princípio. Mas em uma desventura Leonisa e Ricardo são sequestrados por piratas mouros, e novamente a personagem feminina é aquela em que bateu o olho o cara se apaixona, mas aqui isso vai render uma disputa entre mouros e cristãos em uma grande confusão. Só mesmo um plano bem elaborado para que a moça escape intacta.

Segundo Silvia Massimi Felix, que escreveu um dos textos de apoio do livro, que vem na parte final “Anexos”, chamado As Novelas Exemplares: Origem, Cronologia e Classificação tudo indica que as novelas foram escritas em anos diferentes e depois revistas para a publicação em 1613 (depois do primeiro volume de Dom Quixote). E que é muio difícil caracterizar as novelas como sendo de um tipo já que elas são “simultaneamente: críticas e conformistas, realistas e idealistas, sérias e burlescas”. Ela também destaca que na Espanha não era comum histórias curtas como essa e que a prosa narrativa era pouco estimada entre os cultos de sua época que preferiam o teatro e a poesia.

 Comprando os livros nos links você ajuda a manter o blog 🙂
Dom Quixote: http://amzn.to/2n7kkkg ou http://amzn.to/2mPKJS0
Novelas Exemplares: http://amzn.to/2n7qfFR