[BEDA] Tag de A a Z

Oi pessoal, tudo bem? Hoje vim responder a tag De A a Z, eu assisti no canal da Tati Feltrin (veja) e ela é original do blog Perptual – Page Turner (confira).

tag ok

Autor preferido
Impossível escolher um (desculpa).

Bebida preferida durante a leitura
Não tenho um costume de beber lendo, mas não gosto de café, então pode ser um suco, chá ou chocolate quente. Eu gosto mais é de ter um chocolate para comer.

Citação literária preferida

chi citação

Detestaste ler
O Azarão do Markus Zusak

Estás a ler
Dom Quixote, Novelas exemplares e A máquina de criar histórias.

Feliz por ter dado uma oportunidade
Amor Amargo, li porque foi escolha do grupo de litura que participo e fiquei feliz, porque o tema é bem importante.

Gênero literário que não lê
Acho que Auto-Ajuda só…

Hardcover ou paperback?
Os dois, mas é lindo ter aquela edição de capa dura poderosa quando o livro é querido ou um clássico.

Internet ou livrarias físicas?
Livrarias físicas para agradar os olhos, mas comprar só pela internet.

Julga um livro pela capa?
Não gosto muito de capa com pessoas entrelaçadas, acho muito exagerado, já penso que é aquele romance besta. Então sim.

Kobo ou kindle?
Todo mundo fala muito bem do Kindle, mas o que tenho é o Kobo e tirando uma coisa ou outra, eu recomendo.

Livro mais longo que já leste
O Eternidade por um fio do Ken Follet com umas 1000 e poucas páginas, mas acho que Dom Quixote vai superar isso.

Momento mais importante na tua vida literária
Ler HP e criar o blog, porque passei a ler muito mais.

Número de estantes que possuis
Eu não tenho uma estante, tenho prateleiras nichos e móveis.
Confere os posts O que tem na prateleira? em que estou mostrando (vou por no final da página o link). São 4 prateleiras (duas numa escrivaninha e duas grandes), um nicho e faço de prateleira uma cômoda e a mesa do computador também.

Obsessão literária
Ter muitos livros? Todos os livros do autor que gosto?

Personagem que provavelmente teria namorado na escola?
Não sei….

Quantos livros tens por ler?
Uns 40 físicos…

Ressacas literárias. Quando foi a sua última?
Nunca tive, desde que leio com ritmo mesmo, nunca fiquei um tempo muito grande.

Série que começou e precisa acabar
Preciso ler A Dama da Meia Noite da Cassandra Clare que continua as séries dela.

Três dos teus livros preferidos de sempre
A mulher do viajante no tempo (Audrey Niffenegger), Orgulho e Preconceito (Jane Austen) e O Filho de Mil Homens (Valter Hugo Mãe). Chutei 3 que pensei logo mas amo tantos outros…

Último livro que leste
Achados e Perdidos do Stephen King

Voltará a ler
Acho que vou precisar reler alguma coisa de A Sombra do Vento do Zafón porque vai sair o quarto livro da história  já esqueci muita coisa.

Wishlist literária. Qual o último livro que adicionaste à tua wishlist?
O Talentoso Ripley de Patricia Highsmith

X marca o lugar. Qual o 24º livro da tua estante?
Vou considerar a escrivaninha que lembra mais uma estante, sendo assim , 24 é Cada homem é uma raça do Mia Couto.

Ya ou livros adultos?
Adultos.

Zzzz…Qual o último livro que te manteve acordada até tarde?
Acho que foi Amor Amargo, mas eu não vou até muito muito tarde não, não aguento.

Aproveito para marcar todo o #NomeProvisório e o 1 pedra no caminho! 😀

Veja também

O que tem na prateleira?: 1-Fantasia, 2-Históricos, 3-Suspense, 4-Clássicos e Contemporâneos. Sábado sai o último post.

 

 

 

[BEDA] Quotes – O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha – 1

O_ENGENHOSO_FIDALGO_DOM_QUIXOT_14810785041634SK1481078504BQuarta retomaremos o projeto Conhecendo Cervantes, eu terminei de ler o primeiro volume de O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote. Então resolvi reunir aqui alguns trechos que merecem ser destacados.

Pág. 59

Em suma, tanto naquelas leituras se enfrascou que passava as noites de claro em claro e os dias de escuro em escuro, e assim, do pouco dormir e do muito ler, se lhe secou o cérebro, de maneira que chegou a perder o juízo. Encheu-se-lhe a fantasia de tudo que achava nos livros, tanto de encantamentos como pendências, batalhas, desafios, feridas, requebros, amores, tormentas e disparates impossíveis; e assentou-se-lhe de tal modo na imaginação ser verdade toda aquela máquina de sonhos e invenções que lia que para ele não havia história mais certa no mundo.

Pág. 127

_Adverti, Sancho amigo_respondeu Dom Quixote_, que esta aventura e outras semelhantes a esta, não são aventuras de ilhas, senão só encruzilhadas, em que não se ganha outra coisa senão cabeça quebrada e orelha a menos.

Pág. 131

Faço-te saber, Sancho, que é timbre dos cavalheiros andantes não comerem um mês a fio, ou comerem só do que se acha mais à mão; o que tu saberias, se tiveras lido tantas histórias como eu, li muitíssimas, e em nenhuma achei terem cavalheiros andantes comido nem migalha, salvo por casualidade, ou em alguns suntuosos banquetes que lhe davam; e o mais dias os passavam com  cheiro das flores.

Pág. 203

_ Sabe Sancho, que só quem faz mais que outrem é que é mais que outrem. Todas essas inclemências que nos acontecem sinais são de que breve se nos há de o tempo abonançar; e as coisas correr-nos melhor, porque não é possível que nem o mal nem o bem sejam perduráveis, por isso tendo o mal aturado já tanto, já o bem nos deve estar chegando; pelo tanto , não tens por que te anojar pelas desgraças que a mim me sucedem, porque não tens nelas quinhão.

Pág. 287

Olha que nem todos os poetas que louvam damas debaixo de um nome que eles arbitrariamente lhes põem as têm na realidade.

{DIY} Suporte para livros

Oi pessoal! Eu tenho alguns livros aqui no quarto que ficam na mesa do computador, são os mais aleatórios já que nas prateleiras estão por tipo e autores. Esses livros ficavam escorados entre duas caixas, pegavam sol da janela e viviam caindo. Eu sei que existem aparadores de livros e apoios com imã para vender, até tenho um, mas nem sempre o preço é acessível. Então decidi fazer os meus com caixas de papelão, é uma ótima ideia para você reciclar aquela caixa que chega para você com livros ou caixas de sapato.

17204089_1416132988460684_566218210_n

Um eu fiz com caixa de sapato e outra com essas caixas de transporte mesmo. Eu cortei os pedaços da caixa que eu não queria para deixar ela no formato certo (igual um sofá para os livros). Dica: Meça a altura dos livros antes de cortar, e deixe o meio com uma altura um pouco maior que eles.

 O segundo passo é forrar as caixas, o papel pode variar, eu forrei com papel para scrapbook porque tem cada estampa linda e são fáceis de manusear (comprei na Caçula, lá tem folhas grandes e lindas). Meça bem todas as partes da caixa antes de forrar. Dica: corte pedaços um pouco maiores para você poder dobrar a sobra para dentro e dar um acabamento. Corte um pedaço para colar atrás já no formato da caixa. A parte de dentro você pode cortar em duas partes: fundo junto com laterais + parte de baixo ou fundo + parte de baixo junto com laterais, dá certo das duas formas. Passe bastante cola e espalhe com um pincel, não deixe nenhum lugar sem cola.

Para impermeabilizar eu passei um produto chamado termolina líquida (com um rolinho), assim depois você pode limpar tranquilamente. Depois é só deixar secar. E por fim arrumar seus livros.

 

nova foto

Espero que tenham gostado da dica! beijos

{projeto} Conhecendo Clarice + leituras em grupo

Olá pessoal! Tenho o prazer de vir apresentar para vocês o projeto Conhecendo Clarice, vamos juntos saber mais sobre a vida e a obra da autora, em parceria com a Isa do Dicas da Isa e Jennifer Geraldine (blog canal). Confere tudo no vídeo!

whatsapp-image-2017-01-11-at-7-48-07-pm

Já falamos um pouco de Clarice por aqui, confira a resenha de A hora da estrela.

Dicas de grupos de leituras compartilhadas

15095082_1261981947192439_5577528547988018041_n

Leia com o #10MESESCOMHARRY a saga completa de Harry Potter. Discuta, reflita e se divirta com outros fãs e novos leitores de HP ❤ Não relerei agora mas estarei por lá palpitando 😉

grupo-np

ppTodo mês uma leitura diferente com esse grupo que é muito amor ❤ Esse mês leremos juntos Admirável Mundo Novo de ALdous Huxley. A votação para a leitura do mês de fevereiro já começou! Vem! Clique aqui e peça para participar do grupo no facebook.

Atualização sobre o Prêmio Kindle de Literatura

Bom pessoal, como comentei no último post a Amazon agiu errado ao colocar como uma das 10 finalistas do Prêmio Kindle de Literatura uma obra publicada, já que o edital dizia que deveria ser uma obra inédita. E, aparentemente, eles reconheceram o erro, já que atualizaram a lista de finalistas ontem e removeram o livro Curral de Pedras de Jards Nobre e colocaram outro no lugar (confira a nova lista). Em nenhum momento a Amazon publicou qualquer nota de esclarecimento ou desculpas, como deveria ter feito depois das reclamações dos participantes, simplesmente anunciou a atualização da lista.

Conversei com Jards Nobre, ontem, após sua desclassificação, e a desorganização do prêmio parece ser ainda maior.

Eu não havia posto o livro para concorrer ao prêmio porque vi o regulamento. De repente, fui notificado que ele estava concorrendo, meio que automaticamente, por eu tê-lo enviado para o formato e-book, sei lá…Depois, fui informado de que estava entre os 10 finalistas… Achei estranho devido ao Edital. E, finalmente, fui informado que ele havia sido desclassificado, o que eu já esperava._ Jards Nobre

Para participar do prêmio os autores deveriam não só publicar seus livros na plataforma KDP, e sim usar a hashtag #premiokindle. O autor ainda explicou que o livro Curral de Pedras, foi produzido por uma gráfica que se intitula como editora, mas que ao concluir a impressão dos exemplares, entregou para ele e não fez nenhum trabalho de divulgação e venda.1980657_613554308700053_693932489_n

Não houve divulgação na imprensa, não houve distribuição em livrarias, nem ao menos em papelarias. Era minha primeira investida em “lançamento” de livro e, sem experiência e por morar num estado onde não existem editoras (dessas que põem os livros nas lojas, divulgam-no etc.), resolvi encomendar 1.000 exemplares, achando que haveria algum suporte por parte da ABC, mas eu mesmo tive de me virar para vender cada exemplar, de modo que as vendas ficaram restritas à minha pequena cidade no interior do Ceará. Nesse sentido, “Curral de Pedras” é um livro desconhecido. A maior parte dos exemplares ainda está comigo. Eu poderia até dizer que ele nunca foi lançado. Fico, porém, felicíssimo por ele ter ficado entre os dez finalistas ao Prêmio Kindle de Literatura 2016, e o fato de ele ser desclassificado diminui um pouco minha felicidade, mas simplesmente pelo fato de ele existir como livro impresso e, no entanto, não gozar da condição de livro publicado. Mas compreendo o Edital e aceitei de boa a desclassificação. _ Jards Nobre

É complicada essa questão, o que define um livro ter sido publicado? Precisa do respaldo de uma editora de verdade ou a iniciativa particular do autor conta? Esse caso só serve de exemplo da dificuldade que os autores brasileiros encontram para colocar seus livros no mercado. E da necessidade de mais prêmios como esse para incentivar os novos autores existirem cada vez mais e acontecerem de forma organizada.